Câncer de mama: precisamos tocar no assunto.

Câncer de mama: precisamos tocar no assunto.

O câncer de mama é um dos mais comuns entre as mulheres. Por isso, todos os anos no mês de outubro, grandes campanhas são realizadas com o objetivo de chamar a atenção para a importância da prevenção, do autoexame e da busca por orientações médicas adequadas.

A Unihosp apoia esta causa. Segundo seu diretor-presidente, Elie Georges Hachem, “a Unihosp possui programas de apoio à prevenção do câncer de mama durante todo ano. Porém, no mês de outubro, há um reforço na comunicação, palestras, debates e material de divulgação”.

Acompanhe abaixo algumas orientações importantes sobre a saúde da mulher.

Comportamento saudável
Quando detectado no início, o câncer de mama tem grandes chances de cura.
Mulheres acima de 50 anos devem procurar seu médico mesmo sem apresentar sintomas, pelo menos uma vez por ano, para realizar a mamografia.
Alimentar-se de forma adequada, não fumar ou ingerir bebidas alcoólicas, realizar atividades físicas, manter-se dentro do peso ideal e evitar o estresse também são comportamentos que ajudam a evitar diversos tipos de câncer.

O autoexame
Quando estiver no banho, trocando de roupa ou em qualquer momento que se sentir confortável, realize o autoexame.

Não importa o mês, se está ou não no período menstrual, se está na menopausa, em tratamento médico ou de reposição hormonal. O autoexame não exige técnica apurada. Sua sensibilidade é capaz de detectar situações anormais nos seios, pescoço e axilas.

Atenção a estes sintomas
- Nódulos nos seios, normalmente indolores e fixos.
- Alterações no mamilo.
- Líquido anormal saindo das mamas.

- Retração ou vermelhidão na pele da mama.
- Nódulos no pescoço.
- Nódulos nas axilas.