Vai viajar? Cuide da saúde, garanta sua diversão.

Vai viajar? Cuide da saúde, garanta sua diversão.

Medidas preventivas podem fazer a diferença. 

Muitas pessoas enfrentam problemas de saúde quando voam ou viajam de automóvel. Suas férias podem levar um ano para chegar e apenas um segundo para ir por água a baixo. Por isso é fundamental atentar-se para os cuidados com a sua saúde. “Muitas pessoas possuem uma saúde sensível, por isso, pequenas mudanças na rotina como alimentação e clima podem fazer mal para o organismo”. Explica o Dr. Elie Hachem.

Beber água o suficiente é a estratégia preventiva mais importante.

Antes e durante o voo, beba muita água. Ela hidrata o corpo, evita os sintomas da desidratação e mantém a umidade do nariz, olhos, garganta e boca. O processo de manutenção em cabines de avião pressurizado é focado em manter oxigênio suficiente, e não umidade suficiente. O ar do avião é muito seco e manter-se hidratado evita o estresse adicional em seu corpo.

Use roupas soltas e confortáveis. Ficar sentado por longos períodos de tempo pode provocar inchaço. O mesmo se aplica às viagens por estrada. Roupas restritivas interferem na circulação e na digestão.

Voos mais longos e longas viagens de carro aumentam os fatores de risco. Por isso, pare para fazer um intervalo sempre que possível.

Escolha os tempos de voo com sabedoria. Com isso você pode sofrer muito menos com o jet lag, um fenômeno que surge em pessoas que viajam entre países que possuem fuso horário diferente, e que afeta principalmente a tripulação de voos internacionais, dificultando seu sono e descanso.

Minimize o jet lag dormindo bastante antes de partir. Comer refeições bem equilibradas e sem exagero faz toda a diferença. Não coma alimentos condimentados antes de voar.

Mantenha-se em movimento.
Se você tem uma parada, evite ficar sentado. Aproveite os longos corredores dos aeroportos ou locais de parada na estrada para caminhar e estimular a circulação sanguínea.

Durma o suficiente. Muitas pessoas não dormem bem em ambientes diferentes. A combinação de um cronograma acelerado, que mude bruscamente a rotina, sono agitado e a mudança de fuso horário podem causar uma pane em seu organismo. Por isso, não estrague suas férias negligenciando a importância do descanso adequado.

Uma congestão nasal ou um resfriado podem gerar uma dor de ouvido durante os voos. Tomar um descongestionante antes de embarcar pode ajudar. Consulte seu médico.

Mascar um chiclete ou chupar uma bala durante a decolagem e o pouso, pode amenizar a pressão no tímpano.

Leve seus medicamentos.
Transportar seus medicamentos na bagagem de mão reduz o risco de perda de acesso a eles. Pergunte ao seu médico se você precisa mudar a dosagem durante a sua viagem, e como você deve reajustar as vezes que você toma a

sua medicação para lidar com mudanças de horário.

Se você tem diabetes ou epilepsia, use uma pulseira de alerta médico caso haja alguma emergência. Além de declarar seu problema médico, a pulseira precisa ser inscrita com seus medicamentos, dosagens e informações de contato.

Ao contrário do que podemos pensar, não são apenas as pessoas com problemas circulatórios que podem ter coágulos sanguíneos nas pernas depois de muito tempo em voos.

O problema é que ficar sentado por longos períodos de tempo pode restringir o fluxo sanguíneo adequado para seus pés e pernas. Tente se levantar e andar de ponta a ponta do avião uma vez por hora. Usar meias de apoio e alongar os músculos da panturrilha pode ajudar.


Exercite-se.
O exercício evita coágulos sanguíneos, ajuda a prevenir o inchaço, o que pode levar a dores musculares e articulares. Fazendo extensões de perna ou de pé e levantando-se na ponta dos pés e descendo lentamente, exercita os músculos da panturrilha. Mesmo exercícios suaves ajudam.

Tenha cuidado com o que você está comendo.
A água engarrafada está disponível na maioria dos lugares e comprá-la é a melhor maneira de evitar a exposição à água que poderia causar “diarreia turística”. Evite alimentos vendidos por vendedores ambulantes. Lave sempre as mãos com sabão e água antes de comer. Cuidado com práticas não higiênicas em banheiros.


Fique atento às vacinas.
É importante visitar seu médico quatro a seis semanas antes de sua viagem para determinar as vacinas necessárias e riscos regionais de saúde para os seus destinos.


Evite a exposição ao sol.
“É fundamental usar o filtro solar e ficar longe do sol durante as horas de pico para evitar insolação e outros problemas decorrentes da exposição inadequada aos raios UV.” Reitera o Dr. Elie.

Aproveite seu passeio da melhor forma possível, cuide da sua saúde e garanta momentos de felicidade plena! A Unihosp deseja uma boa viagem!